CHUA-Insulina sai à rua

TESTEMUNHOS

A importância do património oral enquanto instrumento de preservação da memória.

O património oral perde-se com o desaparecimento dos seus detentores, pelo que o registo, para mais tarde recordar, permitirá no futuro escrever a história que nos foi contada por quem a viveu.

Numa diversidade de registos/versões que nos contarão as trajetórias de profissionais e do seu percurso, o registo de informações históricas originais ou as experiências sobre a doença são algumas das dimensões que caracterizam de maneira única estes depoimentos.

A construção de um futuro, consciente e responsável, assenta no conhecimento e valorização do passado, um guia de aprendizagem que nos permite não repetir os erros vividos por outros e prosseguir.

O Centro Hospitalar Universitário do Algarve tem um papel relevante enquanto instituição com ligações ao mundo universitário, pelo que é importante o seu papel na criação de um acervo, que importa construir, onde ficarão registadas as memórias de muitos dos que fizeram a diferença no cuidar na região algarvia.

Aqui, sob o tema Insulina, iremos encontrar testemunhos de quem lidou (e ainda lida) de perto com a insulina.